30
05
19
Por

Por 27 anos nós nos acostumamos à versão animada de Princesa Jasmine de Aladdin, mas a moderna, interpretada agora por Naomi Scott, é ainda melhor. No novo longa em live action, dirigido por Guy Ritchie, a Jasmine é linda, mas ela é muito mais. Na animação original ela está lutando pelo poder de escolher casar-se com quem ela queira, “mas, neste filme, ela na verdade está lutando contra a injustiça com todo mundo,” explica a atriz nascida britânica. É uma progressão natural que se encaixa perfeitamente com os tempos em que vivemos, também.

A PRINCESA JASMINE DA NAOMI SCOTT É FORTE, ESPERTA E UMA LÍDER

“Para mim foi tudo sobre mostrar quão esperta ela é, mostrando que ela estava 10 passos a frente de todos os outros,” diz a deslumbrante e articulada Naomi Scott, que é também uma cantora talentosa. Se você tem alguma dúvida, escute à sua música Speechless, que é extremamente poderosa. É uma das minhas partes favoritas do filme, e a Naomi simplesmente te ilumina e te faz irradiar.

Eu quis ter certeza de que haveria esses momentos no filme nos quais ela realmente apresenta habilidades de liderança. Então não é só porque ela está chateada e está falando, eu quero liderar e por que não posso liderar? Ela está fazendo tudo isso por se importar e ela sabe que tem todas as características necessárias.”

Agora crianças de todos os lugares irão associá-la com a Princesa Jasmine e podem vê-la como como um modelo. A atriz britânica aproxima-se dessa responsabilidade de maneira bastante realista. “É algo que você pensa demais sobre. Eu acho que definitivamente, você leva em consideração em certas situações e em certos contextos, só por ser uma audiência mais nova. Entretanto, eu não acho que você queira pensar demais sobre isso também, pois por outro lado, você criará uma versão se si mesmo que não será verdadeira e não existe realmente,” ela diz.

COMPARANDO O NOVO ALADDIN À VERSÃO ORIGINAL

Naomi Scott também está bem ciente de que os fãs de Aladdin têm altas expectativas para essa nova versão. “Na verdade eu penso que se você ama o original, então amará esse filme pois tem tudo do original, só que esse é em pessoa,” ela explica. “Está humanizando as personagens, dando a elas mais profundidade; e em termos de extras, você tem todas as músicas que ama e mais. Você tem uma música nova, tem toda a ação que você deseja e mais,” ela adiciona entusiasmada.

Sua animação é real: afinal, ela esteve esperando por dois anos para que o filme chegasse aos cinemas. “Eu gostaria de pensar que as pessoas sairiam com a vontade de assistir outra vez,” diz Scott.

O live action de Aladdin parece ter algo para todo mundo e o Will Smith está muito divertido como o amado Gênio. Trabalhar com ele foi uma alegria para Scott, e ele até tentou que ela viajasse até a Jordânia quando o resto da produção estava lá. Não funcionou, mas Naomi Scott recomenda fortemente que todo mundo deveria visar ser amigo do Will Smith. Eu acho que podemos todos concordar com essa meta de vida.

MAIS SOBRE ALADDIN

Aladdin está em todos os cinemas. É o empolgante conto do charmoso ladrão de rua, Aladdin, a corajosa e determinada Princesa Jasmine e o Gênio que talvez seja a chave para o futuro deles. Dirigido por Guy Ritchie, o filme apresenta Will Smith como o Gênio; Mena Massoud como Aladdin; Naomi Scott como Jasmine; Marwan Kenzari como Jafar; Navid Negahban como o Sultão; Nasim Pedrad como Dalia e Billy Magnussen como Príncipe Anders.

Vencedor de oito Oscars, o compositor Alan Menken é responsável pelas partituras, que inclui novas gravações das músicas originais escritas por Manken e os liristas vencedores do Oscar, Howard Ashman e Tim Rice e inclui duas novas músicas compostas por Manken e de letras dos compositores vencedores do Oscar e Tony Awards, Benj Pasek e Justin Paul.


Fonte: Hispana Global
Tradução & Adaptação: Equipe Naomi Scott Brasil